Você é o historiador e aqui está a sua nobre missão:

Antes de tudo, contemple o Imperador do Brasil, Dom Pedro II, em trajes de gala!
Imponente?

Galhardo?

É de veludo e bordado a ouro o seu manto, sabia? E a murça que o acompanha é de papo de tucano.

Mas esses detalhes não são tão importantes quanto os fatos que, a respeito desse traje, estão bem ocultos nos bastidores do imperial palco histórico.

Ou que estiveram até o momento.

Porque você é sabedor de todo o mistério, todos os acontecimentos esquecidos, propositalmente ou não, pelos ditos historiadores, todos os fatos que acercaram a necessidade de novas vestes... a confecção... a apresentação ao povo...

Espere!

Você esteve lá na ocasião, não foi? Era um nobre da corte? Um vassalo? Um militar? Ou a história foi contada por seu pai, avô? Algum conhecido? Ou, ainda, estou diante do próprio Imperador a narrar o ocorrido?

De qualquer maneira, senhor autor, que também é senhor do tempo e espaço, a verdadeira História está em suas mãos.

E a partir de agora, o mundo precisa e merece saber a 'verdade'!

E nenhum questionamento haverá sobre a sua veracidade, quando tais relatos estiverem encerrados sob a capa do livro que a posteridade conhecerá como "A roupa nova do Imperador" (da série Glorioso Império do Brasil).